Como rentabilizar o seu website

Os utilizadores da Internet em Angola estão a crescer. Ter um website é cada vez mais fundamental, para qualquer empresa alcançar novos clientes. Mas nem sempre esta ferramenta excepcional é utilizada de forma correcta.

Um website deve ser pensado como um investimento, com metas e objectivos definidos, e não como um ornamento da empresa. Alguns empresários por vezes não se apercebem disto. Pensam no site, como se fosse um quadro para estar pendurado na empresa. De vez em quando, têm uma vaga sensação de que é preciso mudá-lo, e voltam a repetir os mesmos erros. Desta forma, em vez de uma fonte de receitas, o site torna-se numa despesa recorrente.

Na Corinje, não pensamos assim. Sempre que iniciamos um projecto, procuramos dar resposta a várias questões:

1. Qual o objectivo do site? Vender produtos ou serviços? Gerar contactos? Relacionar-se com os clientes? Estes objectivos determinam tudo, desde o design até à  gestão do site.

2. A quem se destina? Novos clientes ou clientes actuais? Empresas ou público em geral? Com que características? Cada público-alvo implica uma estratégia de comunicação própria.

3. Que tipo de informação irá ter? Textos, imagens, vídeos? Essa informação será actualizada regularmente, ou não? Seja realista: não vale a pena ter uma área de "notícias", se nunca for actualizada.

4. Irá ser gerido dentro da empresa? Se sim, por quem? A qualificação dos recursos humanos da empresa, deve ser levada em conta.

5. Existem sites de referência? Procurar referências já existentes - sem as copiar - ajuda a balizar o projecto, e a evitar erros comuns.

Uma vez terminado o site, começa a segunda fase: rentabilizá-lo. Deve colocá-lo nos seus cartões de visita, nas suas acções de publicidade, e fornecê-lo a todos os seus contactos. Pense no seu site como uma porta aberta 24 horas por dia, para todo o mundo. Esta porta deve estar sempre bem visível, e não escondida.

Online, há também muito a fazer. Além de campanhas nos motores de busca e em portais de referência, pode criar parcerias, trocar links, e muito mais.

Finalmente, o mais importante: medir os resultados. Quantos visitantes tem, de onde vêm, quantas páginas consultam, e quais são mais consultadas? Quantos contactos chegam do site por mês? Quantos novos clientes ganhou, ou quantos actuais ajudou a manter? O seu lucro já pagou o custo do site? Se não, porquê? Só medindo os resultados, pode tirar conclusões.

Um site é uma coisa virtual, mas que traz resultados muito reais. As empresas que aplicam bem este investimento, e que se preocupam em medir o seu retorno, já sabem disto. Conte com a experiência dos nossos profissionais, para tirar o melhor rendimento do seu website.